Ensino e aprendizagem

Como aplicar o modelo da sala de aula invertida na sua escola? Veja!

A sala de aula invertida — ou flipped classroom — é um método de ensino inovador que propõe a inversão da dinâmica educacional tradicional com o intuito de potencializar o aprendizado dos alunos em classe. Nessa metodologia, o estudante tem contato com o conteúdo de uma disciplina primeiramente em casa, por meio de material digital, como videoaulas, podcasts ou blogs.

Munido de conhecimento prévio, o estudante expõe em sala de aula presencial o que foi apreendido, esclarecendo suas dúvidas e elaborando comentários com maior teor crítico. Com a ajuda do professor, que o incita a uma reflexão aprofundada, adota uma postura ativa em classe e se torna protagonista do processo de ensino-aprendizagem.

Tem interesse pelo assunto? Então, acompanhe conosco as vantagens da sala de aula invertida e as melhores formas de aplicar esse modelo em suas aulas!

Quais são as principais vantagens da sala de aula invertida?

Otimização do tempo

Em razão do contato precoce do aluno com os conteúdos de uma disciplina, o professor tem a oportunidade de promover em sala de aula discussões mais aprofundadas acerca de um determinado tema.

Além disso, há tempo para a realização de análises, dinâmicas e outras atividades que desenvolvem e colocam em prática o que foi apreendido. Com isso, a abordagem educativa fica mais centrada no estudante, que adota uma postura muito mais participativa durante as aulas presenciais.

Em suma, na sala de aula invertida, o período em classe é aproveitado para criar oportunidades de aprendizagem, para estimular a interação entre alunos e professores e provocar reflexões que serão essenciais para fixar os conteúdos trabalhados.

Melhoria do desempenho do alunado

O processo de aprendizagem da flipped classroom é completo e envolve leitura, discussão e realização de atividades práticas que asseguram a assimilação dos conteúdos. Cada etapa é estabelecida para que o aluno desenvolva independência e autonomia a fim de reter conhecimento no seu próprio tempo e do seu próprio jeito.

Assim, o resultado é a melhoria do seu desempenho, pois o estudante, envolvido nesse processo torna-se protagonista do próprio aprendizado. Com uma nova postura ativa, passa a acreditar em suas potencialidades, fica mais crítico e mais capacitado para enfrentar as adversidades do mercado e da sociedade.

Aumento do nível de aprendizado

Ao estudar os conteúdos de uma matéria primeiramente em casa, o aluno está mais preparado para as atividades de aprendizagem ativa em sala de aula. É possível, por exemplo, instigar debates mais avançados que garantirão um aprendizado mais abrangente para todo o alunado.

Saiba que a metodologia da sala de aula invertida é amplamente utilizada por professores em diversas universidades do exterior, como Harvard e a British Columbia? Em ambas as instituições, o aumento do nível de aprendizado dos alunos foi comprovado.

Como acontece a dinâmica da sala de aula invertida?

Para adotar a abordagem, é preciso preparar com antecedência os materiais a serem consultados. As informações devem ser compartilhadas em plataformas digitais, como Google Drive, Facebook ou blogs, ou disponibilizadas fisicamente por meio de textos impressos. É possível elaborar videoaulas, slides ou ebooks, por exemplo, priorizando sempre a facilidade de acesso dos estudantes aos conteúdos.

A inversão no modelo tradicional de ensino ocorre no momento em que o aluno tem contato com esses materiais antes da aula presencial, realizando uma prévia reflexão, em casa, do tema que será ministrado em sala. Após esse estudo, ele está preparado para as discussões, interações com a turma e outras atividades que serão aplicadas e conduzidas pelo docente.

Na flipped classroom, o processo de avaliação de desempenho dos alunos é contínuo. Durante as aulas, os docentes avaliam o alunado constantemente, fornecendo feedbacks e indicando falhas sempre que necessário por meio de testes, provas e até atividades online.

Como aplicar o modelo da sala de aula invertida?

Depois de conhecer as principais vantagens desse modelo de educação e entender sua dinâmica, apresentamos a seguir dicas práticas para aplicá-lo em sua escola. Você perceberá que, para adotar a estratégia, não é necessário desembolsar montantes de dinheiro. Confira.

Prepare o corpo docente

Os professores estão acostumados com a maneira tradicional do ensino e é preciso atualizá-los acerca de novas metodologias. Propomos, então, que você organize treinamentos e rodas de conversas frequentes a fim de discutir com o corpo docente os benefícios e desafios da flipped classroom.

Durante os encontros, é importante destacar que a nova abordagem não substitui a presença de professores em sala. O empenho do docente será mais do que necessário, afinal, ele definirá os conteúdos abordados, as estratégias de interação e as tecnologias utilizadas, além de atuar como um orientador durante as atividades presenciais.

Converse com os alunos

Para que o método seja aplicado com sucesso, é primordial que haja também uma preparação voltada ao corpo discente. Os alunos precisam entender o funcionamento da flipped classroom, bem como os benefícios.

Mesmo que os jovens estejam familiarizados com as novas tecnologias e cansados do modelo de ensino tradicional, a sala de aula invertida pode causar certo estranhamento. Por isso, realize pequenos testes a princípio e tenha paciência. Aos poucos, você compreenderá a melhor maneira de implementar essa estratégia.

Compreenda a fundo a nova abordagem

Pesquise bastante o conceito de sala de aula invertida para planejar sua aplicação de modo estruturado, sem pular nenhum passo. A novidade pode causar estranhamento não só aos alunos e professores, mas também aos responsáveis. Por esse motivo, é fundamental se preparar com argumentos sólidos para defender a nova abordagem.

Por fim, como pode perceber, a tecnologia está bastante presente na metodologia da sala de aula invertida. Ela contribui consideravelmente para o sucesso do processo de ensino-aprendizagem, torna os conteúdos mais atraentes e favorece o engajamento da geração Z dentro das classes. Por isso, é indispensável investir em uma boa estrutura física e tecnológica para aplicar a nova abordagem.

Neste artigo, você entendeu como funciona a sala de aula invertida, conheceu os principais benefícios do método, entendeu sua dinâmica e descobriu como aplicá-lo em sua escola. Agora que você já sabe mais sobre o assunto, converse com o corpo docente e aproveite as informações deste conteúdo para estruturar um planejamento pedagógico muito mais dinâmico e moderno.

Você achou este post interessante? Compartilhe-o em suas redes sociais e mostre aos seus colegas os benefícios dessa nova estratégia educacional!