Administração na prática

Como emitir nota fiscal de serviço eletrônica na sua instituição de ensino?

Você sabe como emitir nota fiscal de serviço? A NFS-e é um comprovante digital importante para a comprovação de prestação de serviços e o recolhimento do tributo ISS (Imposto Sobre Serviço). Por isso, o lançamento do documento — criado para diminuir burocracias e modernizar processos tributários — além de auxiliar na gestão financeira de uma instituição de ensino, é obrigatório por lei.

Se a NFS-e lhe gera dúvidas, não deixe de ler o conteúdo a seguir! Esclarecemos como realizar a emissão da nota e destacamos seus benefícios e especificidades para as escolas. Confira agora!

Saiba como emitir nota fiscal de serviço

Graças à tecnologia, o lançamento de NFS-e está mais prático e seguro. Para emiti-la, basta acessar o site da prefeitura onde sua escola está localizada. Entretanto, recomendamos que atente às particularidades de cada órgão municipal, pois não há um padrão de emissão comum a todos (as exigências podem mudar de uma cidade para outra).

Normalmente, é requisitado um certificado digital, que nada mais é do que um documento que reconhece uma empresa diante de órgãos públicos, como a prefeitura e a Secretaria da Fazenda do Estado (SEFAZ). Há também a possibilidade de solicitação de um login e senha.

Se a emissão ocorrer diretamente no site da prefeitura, é provável que seja necessário contratar um colaborador exclusivamente para ocupar-se dessa tarefa. Contudo, há a possibilidade de investir em um software especializado no lançamento de notas para assegurar a automatização do processo.

Descubra os benefícios do lançamento de NFS-e

Agora que você já sabe como emitir nota fiscal de serviço eletrônica, atente-se aos principais benefícios desse certificado digital, essencial para manter a ordem fiscal da sua escola. Veja agora:

  • facilidade na execução de processos tributários e burocráticos;
  • diminui as chances de sonegação de impostos;
  • redução de gastos com papéis, impressão e armazenamento de documentos;
  • tem validade jurídica e fiscal;
  • reduz o risco de perda de NFS-e;
  • oferece mais segurança às empresas, pois o processo de emissão ocorre via internet;
  • integra-se com softwares de pagamentos e gestão financeira.

Conheça as especificidades de NFS-e para escolas

A NFS-e da mensalidade precisa ser emitida todos os meses para cada aluno. No documento, é imprescindível constar apenas a cobrança referente aos serviços educacionais prestados pela instituição de ensino, além do valor aproximado dos tributos que incidem sobre a quantia.

Se a escola comercializa produtos, como livros escolares, uniformes, refeições ou materiais didáticos, é altamente recomendável que haja a abertura de uma segunda empresa para atuar especificamente com a venda desses itens.

Como pode conferir, emitir a nota fiscal de serviço eletrônica deixou de ser uma tarefa complexa. O procedimento tornou-se seguro e trouxe diversos benefícios para empresas. Mas, salientamos novamente que é preciso atentar às exigências de cada prefeitura para lançar a NFS-e. Lembre-se de que os requisitos mudam de uma cidade para outra, tudo bem?

Você gostou deste artigo? Então, aproveite sua visita em nosso blog e confira mais conteúdos sobre administração na prática. Descubra agora como fazer uma gestão eficiente na sua escola!