Administração na prática

Como melhorar a tomada de decisão na empresa familiar?

Tempo de leitura: 6 min

A gestão de uma organização, especificamente das escolas, requer que sejam feitas diversas escolhas, muitas delas diariamente. Quando se trata de uma instituição de ensino familiar, porém, processo de tomada de decisão pode ser mais delicado. Afinal, existem laços emocionais que de uma maneira ou outra acabam por interferir diretamente nas ações profissionais.

É preciso, portanto, ter muito cuidado nessas situações, para que não se coloquem os negócios a perder. Neste artigo, mostramos como lidar com essas circunstâncias e ter uma boa gestão escolar dentro de uma organização baseada em uma estrutura familiar. Acompanhe!

Tenha um bom planejamento estratégico

É muito importante que, antes de tudo, você faça um planejamento minucioso. Não pense em ações ou índices de desempenhos aleatórios, pois eles não se sustentam a longo prazo. Entenda que é preciso ter um plano de ação verdadeiramente efetivo.

Para realizar esse planejamento, tenha em mente não somente os seus objetivos finais, mas também todas as características da instituição de ensino e o que faz ou não sentido para ela. Nem sempre o que dá certo em um empreendimento se repete em outro. Além disso, avalie o que deve ser implementado imediatamente e o que pode se transformar em realidade apenas posteriormente.

Pense em todos os recursos que você vai precisar para colocar em prática os seus planos financeiros e de pessoal. Não se esqueça de ter as suas expectativas alinhadas ao que verdadeiramente é possível para o seu negócio no momento. Caso contrário, você poderá ter significativos prejuízos nas mais diversas esferas.

Defina as métricas

É preciso ter clareza acerca do que se espera da instituição e como tem sido o seu desempenho. Para isso, é essencial que se tenham as métricas bem definidas, logo após ter sido feito o planejamento estratégico. Onde, afinal, você quer chegar? Como percorrer esse caminho? Quais ações são necessárias e até mesmo indispensáveis para que você possa alcançar os seus objetivos?

Mensure tudo o que você espera nos mais diferentes setores. Por meio da boa definição e acompanhamento das métricas, será possível, ainda, identificar a necessidade de realizar correções e adaptações dos processos institucionais ao longo do tempo.

Conte com uma boa liderança

Bons líderes farão com que o planejamento estratégico, a definição das métricas, entre outras ações, adquiram vida e sejam encaminhados da melhor maneira possível. Muitas vezes, porém, em escolas familiares, os donos do empreendimento acabam por não definir os nomes daqueles que estarão efetivamente à frente de determinadas áreas do negócio. Dessa maneira, o que é de “todo mundo” se transforma em “de ninguém”.

Não considere, nesse momento, as pessoas com quem você tem mais intimidade ou que são parentes mais próximos, mas avalie, de fato, o perfil profissional de cada um. Veja quem tem verdadeiramente características de um bom gestor, que saberá lidar com os diversos desafios da escola e que conseguirá tomar boas decisões. Essas pessoas estarão melhor alinhadas para o sucesso dos negócios.

Powered by Rock Convert

Não tome decisões baseadas somente nas emoções

É inevitável que diversas emoções envolvam os relacionamentos no interior das empresas familiares. Isso é algo absolutamente normal e não pode ser considerado um problema em si. No entanto, os sentimentos não podem ser os únicos ou mesmo os principais responsáveis na hora da tomada de decisão. É preciso considerar que, muitas vezes, alguns ajustes são necessários por mais que eles sejam dolorosos em alguns momentos.

Sabe aquela expressão que diz “negócios são negócios e que amigos ficam à parte”? Ela também é muito oportuna nessas circunstâncias. Não confunda o amor e o carinho que você tem em relação a alguém com o fato de ele ser ou não um bom profissional.

É preciso ter cuidado para não avaliar uma pessoa erradamente tanto positiva como negativamente. Muitas vezes, se você conhece um indivíduo desde criança e o viu crescer, pode não conseguir enxergá-lo como o adulto no qual se transformou. Nesses casos, corre o risco de apagar o potencial de um excelente profissional, dando a ele funções aquém de sua capacidade.

Pense que a demissão pode ser necessária

Demissão costuma ser uma palavra muito difícil para todos os envolvidos na gestão de uma empresa, ainda mais quando se fala em mandar para rua um parente ou amigo íntimo. No entanto, às vezes ela é uma atitude necessária, por mais que seja dolorosa.

Pode ser que realmente a pessoa não esteja cumprindo as expectativas que se tem em relação a ela. Além disso, mesmo que seja uma excelente profissional, a instituição pode estar passando por uma fase delicada em algum momento, o que faz com que a redução de pessoal tenha que ser realizada.

Deixe claro para a pessoa que a decisão é profissional e que nada tem a ver com os vínculos entre vocês. É importante, ainda, preparar a todos para que eles entendam que a demissão pode, sim, uma hora ou outra ocorrer, independentemente dos vínculos afetivos.

Determine bem os salários

Se em grande parte dos casos não é possível que todos tenham as mesmas funções em uma escola, os salários também devem seguir essa lógica. É preciso saber lidar bem com as finanças e administrá-las da melhor maneira possível. Estabeleça o que cada pessoa vai receber e siga fielmente o que foi predeterminado.

Lembre-se também de que grandes diferenciações entre os colaboradores que são familiares e aqueles que não são podem desmotivar a equipe e serem motivos de queixas e até de perdas de bons funcionários. Tome cuidado também para não pagar menos que a média salarial de um cargo ou abaixo do piso por se tratar de um parente. Portanto, seja justo em seus direitos e deveres.

A tomada de decisão na empresa, considerando todos os aspectos aqui mencionados, gera uma série de benefícios para a instituição de ensino. A partir dela, é possível alcançar resultados melhores no dia a dia, além de dar um direcionamento correto para a organização.

Agora que você já sabe como melhorar a tomada de decisão no seu negócio, leia também os 3 maiores desafios de gestão em empresas familiares.

Powered by Rock Convert