Ensino e aprendizagem

Conheça as tendências do mercado de educação no Brasil!

O desenvolvimento contínuo de tecnologias informacionais tem o objetivo de facilitar e integrar ações humanas, minimizando fronteiras físicas, econômicas e culturais. Em um século digital e interativo, há uma rápida transformação nos processos de aprendizagem.

Desse modo, como os gestores das instituições de ensino podem atuar nesse ambiente inovador, que aplica novidades metodológicas para a comunicação e o conhecimento? Separamos, neste post, tendências do mercado de educação no Brasil. Confira!

Sistemas integrados digitais

A implementação de softwares administrativo-financeiros possibilita uma relação rápida e automatizada entre a escola e os responsáveis. Por meio dos sistemas, é possível visualizar:

  • calendário escolar;
  • atualizações da agenda de atividades pedagógicas;
  • reemissão de boletos;
  • avisos e notificações gerais.

O principal benefício gerado ao adotar essas ferramentas é a diminuição do tempo de espera para ser atendido. Quando utilizadas de maneira correta, elas aumentam a produtividade das secretarias e tesourarias.

Aprendizagem móvel

Também conhecida como mobile learning, é uma modalidade educacional que propicia aos alunos e professores trocarem experiências à distância, por meio de smartphones, tablets e laptops. Através dessa metodologia, pode-se adotar:

  • videoaulas (gravadas ou transmitidas ao vivo);
  • aplicativos com conteúdo multimídia;
  • livros digitais (e-books);
  • minicursos e treinamentos específicos;

O fator positivo é a criação de outras opções de conteúdo e informação para os alunos, complementando o ensino presencial. Isso permite diversificar ações e gerar perspectivas educacionais diferentes no mercado de educação no Brasil.

Estudo híbrido

Resultado de estratégias educacionais voltadas para tecnologias modernas, este método é a ligação entre o ensino presencial e o online. Nesse caso, o aluno é responsável por guiar o seu próprio estudo — normalmente, utilizam-se plataformas virtuais. Os conteúdos são disponibilizados pela internet e são feitas avaliações periódicas presenciais.

Atualmente, diversas organizações de pequeno e médio porte analisam a viabilidade de implementação da metodologia híbrida, e pretendem atuar ao lado de grandes grupos institucionais.

Educação em forma de jogos

A gamificação está entre as tendências do mercado de educação no Brasil. O recurso consiste na incorporação de jogos no processo de ensino. Além dos cadernos e livros, os alunos terão sua criatividade e habilidade testadas por meio de games virtuais, cartas e tabuleiros.

Existem estudos científicos que avaliam a utilização de jogos para o aprendizado, comprovando benefícios como:

  • concentração;
  • memória;
  • raciocínio lógico;
  • visão espacial.

Os gestores também podem criar eventos coletivos com rankings, premiações e medalhas. Com isso, cria-se um maior envolvimento, interesse e espírito de cooperação nos estudantes.

Sala de aula invertida (Flipped classroom)

Utilizada em escolas com método de ensino alternativo, ela defende que o professor não é o único que detém conhecimento. Assim, ele é uma espécie de mediador, orientando e auxiliando o desenvolver do pensamento crítico.

Nesse caso, o conteúdo é analisado e estudado antes das aulas. Na sala, munidos do conteúdo estudado, os alunos interagem com o professor e demais colegas por meio de exercícios, discussões e elaboração de projetos, colocando o próprio indivíduo como protagonista do aprendizado.

O século XXI exige profissionalmente e socialmente uma gama de conhecimentos, atitudes e habilidades que estão transformando as relações de ensino praticadas pelas instituições. Portanto, com o objetivo de tornar a aprendizagem mais eficiente, a educação anda de mãos dadas com as novas tecnologias no processo de formação de alunos e cidadãos.

O que achou do texto sobre o mercado de educação no Brasil? Se gostou, acompanhe nosso Facebook e fique por dentro das atualizações!