Cotidiano escolar

Afinal, qual é a função social da escola? Entenda melhor aqui!

e Com o objetivo de formar alunos conscientes, responsáveis e atuantes na sociedade, é essencial estabelecer a função social da escola. Para isso, deve-se colocar em prática algumas ações que visem a melhoria da vida em comunidade.

Antigamente, a educação era considerada apenas como uma forma de disseminar conteúdos e conhecimentos disciplinares. Entretanto, nos dias atuais, essa concepção tem se transformado significativamente, fazendo com que a instituição de ensino seja tida como a principal referência para alcançar uma formação mais humana e igualitária.

Ficou curioso sobre o assunto? Então, continue a leitura e entenda qual é a função social da escola e, ainda, quais são os benefícios que ela oferece para a comunidade escolar. Confira!

Afinal, qual deve ser a função social da escola?

A escola carrega uma função social complexa, ampla e diversificada. Ela exige um comprometimento exclusivo por parte dos gestores, uma vez que é preciso acompanhar as rápidas mudanças que ocorrem em relação à atualização do currículo e à metodologia empregada para a aprendizagem.

Dessa forma, a fim de acompanhar as transformações, é preciso ressaltar um formato de ensino que priorize e exerça uma função social diante da sociedade. Assim, a instituição deve criar conexões entre o que os estudantes aprendem e como eles podem agregar o conhecimento na vida prática.

Portanto, é fundamental que a gestão escolar elabore as estratégias de forma clara, considerando que a educação é a principal responsável pelos atos sociais de mudança e, também, pelo avanço tecnológico. Para isso, deve-se dar uma atenção especial ao currículo, com o objetivo de definir uma relação mais saudável entre o conhecimento e o dia a dia dos alunos.

Quais são as melhores práticas para fortalecer a função social da escola?

Para alcançar tal objetivo, deve-se priorizar algumas ações que tenham como foco promover um ensino diferenciado e preocupado com a qualidade. Assim, é essencial integrar toda a comunidade nesse processo, tanto os estudantes e seus responsáveis quanto os professores e colaboradores educativos.

Para isso, as aulas podem ser voltadas para a transmissão de conhecimentos que vão muito além do conteúdo padronizado. Por exemplo, por meio de debates sobre as regras de convívio ou, até mesmo, utilizando-se de materiais didáticos contextualizados. Com isso, é possível aproximar o currículo escolar da realidade dos alunos, o que torna a dinâmica muito mais interessante e eficiente.

Quais benefícios a função social oferece para a instituição de ensino?

Um dos maiores benefícios de ter uma função social bem elaborada e definida na escola é a capacidade de desenvolver inúmeras potencialidades nos estudantes. Dessa forma, quando em ambiente escolar, a turma pode ser instruída a aprender sobre responsabilidade, disciplina, empatia, senso crítico, autoconfiança etc.

Outro ponto vital é uma maior compreensão sobre os direitos e deveres que o aluno absorve para a sua formação enquanto cidadão. Assim, é preciso fornecer recursos que garantam a transmissão desses conhecimentos e dos valores necessários para a vida em sociedade.

Sem contar que, por meio do contato diário com os colegas, os estudantes são estimulados a conviverem socialmente, entendendo que uma relação saudável exige o cumprimento de práticas de socialização que vão muito além de simples regras.

Agora que você já sabe qual é a importância da função social da escola, será muito mais simples elaborar estratégias de intervenção que sejam positivas para toda a comunidade de ensino. Com isso, os gestores devem verificar quais são as principais necessidades estudantis, com o objetivo de oferecer um trabalho mais alinhado e responsivo com as demandas levantadas.

Gostou do nosso conteúdo? Então deixe o seu comentário no post e colabore para o debate sobre o assunto. Até a próxima!